Pular para o conteúdo principal

Confira o que há de novo

Frutas cristalizadas - Casca de tangerina

Quiche

Bora lá aprender a fazer uma Quiche de lamber os beiços. Antes de mais nada, eu não segui a forma original de recheio e nem de massa. Mas eu garanto que é tão gostosa quanto. 

 


Curiosidade histórica: 

    A Quiche atualmente é um prato da culinária francesa. Mas originalmente ela surgiu na Alemanha. Sempre houveram brigas para saber de fato qual a sua origem. Não podiam atribuir duas origens para ela? O que custa?  


    O começo pode parecer difícil de entender, mas eu garanto que quando chegarem no final, vai parecer que estão no início.  


    Voltando a história. Ela surgiu no Reino Medieval da Lorena (que fica no nordeste da França e que é a atual Alsácia Lorena (que era um território da Alemanha, e se chamava Lothringen, que significa Lorena)). Eles batizaram essa belezura como Lorraine, que significa ''Lorena'' (vamos chamar de Lorraine, que é mais bonito e soa debochado). A palavra Quiche é derivada do alemão (kuchen), que significa ''torta''.  


    Lorraine nasceu em meados do século XVI e era (ainda é, logicamente) uma torta aberta (maravilhosa por sinal). Seu recheio original é com um creme feito de leite e ovos e levando bacon defumado. Anos depois, tiveram a ideia de acrescentar queijo a preparação. Se adicionar cebolas, tem-se a Quiche Alsaciana.  


    Como vocês devem saber, durante a Segunda Guerra Mundial, entre tantos conflitos, a França retomou a Alsásia Lorena da Alemanha em 1945, onde os franceses batizaram a torta de Quiche Lorraine. Se duvidar, até hoje devem brigar por causa disso. 

 

    A massa que se usa para a base da torta é chamada de Pâte Brisée (soa um tanto quanto peculiar, não?). Ela por sua vez, tem como base a manteiga e farinha, que deixa a massa bem quebradiça e com aquele gostinho amanteigado. Ainda, a única diferença entre uma Quiche e uma torta normal, é o fato de ser aberta e levar leite e ovos na composição do recheio.  


    É tanta coisa, tanta Lorena, tanta Alsácia, tanta Lorraine que a gente se perde no rumo. Mas chega de lenga-lenga e vamos de receita.  


Mais algumas coisinhas   

  • Você não precisa de uma forma / assadeira canelada (cheia de drapeados) para fazer a Quiche, qualquer forma de fundo removível já é o ideal;  

  • A minha base não foi feita de Pâte Brisée, mas fica tão boa quanto;  

  • Forno baixo, a 180ºC, não dê a louca em colocar na temperatura mais alta, como se fosse um incinerador. 


 Ingredientes 

Para a massa

  • 250 gramas de farinha de trigo; 

  • 250 gramas de manteiga bem gelada, em cubos; 

  • Atente-se a quantidade, essa foi a que serviu para mim. No entanto, dependendo da condição climática, pode precisar de mais ou de menos; 

  • Deixe a manteiga bem gelada e de preferência em cubos; 

  • Viu, a minha não foi a Pâte Brisée. 


Para o recheio

  • 500 gramas de frango desfiado; 

  • 4 ovos;  

  • 200 gramas de creme de leite (1 caixinha); 

  • 200 gramas de requeijão (1 copinho); 

  • 100 gramas de cogumelos Champignon; 

  • 100 gramas de azeitonas (ou milho e ervilhas);  

  • 200 gramas de queijo Prato (ou o de sua preferência) em cubos;  

  • 1 pitada de sal. 

  • Todos os ingredientes podem ser substituídos, da forma ao qual lhe proporcione conforto e liberdade. 

  • As quantidades também podem ser modificadas, desde que as divisões sejam proporcionais a cada insumo. 


Modo de preparo 

Para a massa

  • Em uma tigela, ponha a farinha;  

  • Aos poucos vá incorporando a manteiga;  

  • Você precisa ir apertando com as pontas dos dedos, desmanchando a manteiga, de modo a uni-la a farinha. A princípio vai ficar parecendo uma areiinha. Adicione um pouco mais de manteiga, até que tudo esteja unido e homogêneo;  

  • Faça isso até obter uma massa firme e homogênea; 

  • Não sove, não queremos ativar o glúten; 

  • Atente-se a quantidade, por isso, vá colocando aos poucos;  

  • Depois que toda a massa estiver homogênea, embrulhe em papel filme e leve para gelar por 20 minutos, para que o glúten da massa relaxe;  

  • Passados os 20 minutos, tire da geladeira e vá dispondo toda a massa na sua forma / assadeira, ajeitando bem em cada canto e consertando as bordas;  

  • Cuidado para não ficar tão fina, tem de ficar bem acomodada, porém com um pouco de espessura, para suportar o recheio;  

  • Depois que a massa estiver disposta em toda assadeira, leve para a geladeira por mais 10 minutos;  

  • Pré-aqueça o forno a 180ºC; 

  • Passados os 10 minutos, retire a assadeira da geladeira e faça furinhos em toda a extensão da massa, com o auxílio de um garfo. Isso vai fazer com que a massa não inche. Você também pode cortar um círculo de papel manteiga do tamanho da cavidade e colocar feijão, para fazer peso;  

  • Leve para pré-assar, por 15 minutos;  

  • Faça o recheio enquanto isso. 

 
Massa na geladeira, antes de ir ao forno
Massa na geladeira, antes de ir ao forno

 

Para o recheio

  • Para que você nunca corra nenhum risco quando for usar ovo, quebre um por vez em uma tigelinha, para só depois juntar a sua preparação;  

  • Em uma tigela, coloque os ovos;  

  • Logo em seguida, adicione o creme de leite e o requeijão. Misture bem;  

  • Adicione o frango desfiado, o queijo, os cogumelos e as azeitonas. Misture bem;  

  • Acerte o sal;  

  • Se quiser, pode colocar uma pitada de pimenta (opcional). 


Para a montagem:

  • Passados os 15 minutos, retire a massa do forno que já foi pré-aquecida;  

  • Disponha todo o recheio e leve de volta ao forno, por mais ou menos 30 minutos, ou até que firme ou fique dourado;  

  • Você pode servir como prato principal ou encher o bucho sozinho (a).



Todo o recheio, antes de ser levado ao forno

 

A Quiche logo depois de pronta

Comentários

Os Posts mais lidos

Creme de Leite Caseiro

Pudim Clássico

Cream Cheese Caseiro

Seguidores